RSS

Família acusa marido pela morte de mineira em Massachusetts

02 out
Edinalva e Paulo Sérgio se casaram em 2009

A pequena cidade de Sobrália, na região do Vale do Aço, em Minas Gerais, continua em estado de comoção pela morte de Edinalva Vieira, assassinada a pauladas, supostamente pelo seu marido Paulo Sérgio Vieira, que viajou para o Brasil na época do crime. Familiares da vítima não tem dúvidas de que ele tem culpa no assassinato e esperam que a justiça brasileira colabore para que o culpado seja punido.

A data da morte de Edinalva coincide com a viagem de Paulo para o Brasil. O casal morava na cidade de Brighton, em Massachusetts, e segundo as investigações, Edinalva teria sido assassinada entre os dias 04 e 05, enquanto que o suspeito chegou ao Brasil no dia 06.

O pai de Edinalva, o taxista Jandir Ferreira da Silva, disse que é muita coincidência a filha ser assassinada bem na época em que o marido resolve se mudar para o Brasil. “Ele me disse que os dois tinham decidido vir embora e que minha filha, na última hora, optou por ficar mais um período”, relata salientando que todos acharam estranho a história de Paulo. “Principalmente porque ninguém conseguia falar com ela e quando a notícia da morte chegou, parece que já sabíamos que isso teria acontecido”, continua.

Jandir conta que a sua família preparou um churrasco para receber Paulo, que estava casado com Edinalva desde 2009. “Não imaginamos que ele fosse ser tão frio e depois que acharam o corpo, ele não apareceu mais em casa”, fala ressaltando que o suspeito passa todos os dias em frente à sua casa como se tivesse certeza da impunidade”, desabafa esperando que a “justiça seja feita”.

O taxista conta que começou a suspeitar do genro após ter descoberto que um dia antes de viajar (04), ele teria ligado para o trabalho de Edinalda e avisado que ela não iria trabalhar pois estava se sentindo mal. No dia seguinte ele ligou novamente pedindo uma folga de 15 dias para a mineira alegando problemas de saúde. Neste mesmo dia ele embarcou para o Brasil. “Todo o dinheiro que o casal guardava em casa teria desaparecido”, denuncia.

Na certeza de que o genro é o único culpado pela morte da filha, o pai desabafa dizendo que não foi coincidência e sim premeditação. “Minha esposa está sendo mantida à base de medicamentos. Ele acabou com a nossa vida”, fala.

VELÓRIO

O corpo da mineira chegou à Sobrália no início da noite de sexta-feira (30 setembro) e foi levado para a casa da família, onde foi velado. Muitas pessoas foram prestar a última homenagem à Edinalva, caçula da família e querida na comunidade. Amigos e parentes saíram de várias regiões para prestar solidariedade à família. O marido não compareceu no velório, mas nega todas as acusações. O sepultamento aconteceu na manhã do dia seguinte.

OPINIÃO DO BLOGUEIRO – É difícil para nós julgarmos, sem ter acesso a todas as provas, mas neste caso, praticamente tudo aponta para que a culpa seja realmente de Paulo Sérgio.  Pode ate ser coincidência a viagem acontecer na mesma época do crime, mas garanto que se realmente ele é inocente e se quer provar isso, tenho certeza de que se fizer um pedido, a Justiça norte-americana concederá direito dele voltar aos Estados Unidos e se defender do crime. O mais sensato, para limpar seu nome ou calar a boca da imprensa é fazer isso. Como acho pouco provável que ele o faça, continuarei acreditando que realmente Paulo tenha sido o culpado. Aos poucos a polícia vai encontrando mais provas que o incriminam e no meu ponto de vista, apenas o fato dele ter ligado para avisar que ela não iria trabalhar e queria 15 dias de folga, já é motivo suficiente para indiciá-lo. Infelizmente a Constituição Brasileira impede que um cidadão brasileiro seja extraditado para outro país a fim de enfrentar um julgamento. Diante destra brecha, muitos criminosos estão aprontando nos EUA e voltandol para o Brasil na certeza de impunidade. Estarei conversando nos próximos dias com juristas e políticos brasileiros nos sentindo de esclarecer este ponto, que para muitos permanece incompreensível “pode um criminoso responder, no Brasil, por um crime cometido em outro país?”
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
************************************
About these ads
 
Deixe um comentário

Publicado por em 2011/10/02 em Noticias

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 398 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: