Advogado mineiro assume a Diretoria-Executiva da CTIB

Daniel Cardoso assume diretoria-executiva da CITB
Daniel Cardoso assume diretoria-executiva da CITB

Natural de Belo Horizonte (Minas Gerais), o advogado Daniel Cardoso foi empossado como novo Diretor-Executivo da Central do Trabalhador Imigrante Brasileiro nos Estados Unidos (CTIB/US). O profissional assume o cargo diante de um processo de transformação da entidade, que visa ampliar o seu atendimento e alcançar um número maior de brasileiros.

O presidente Márcio Porto afirmou que a chegada de Daniel é mais um passo importante em direção às novidades que a CTIB que injetar na comunidade brasileira em Massachusetts. “Estamos com muitos planos e entre eles oferecer cursos profissionalizantes para os trabalhadores brasileiros”, explicou.

Márcio ressalta a vasta experiência nas áreas tributárias, trabalhistas e acidentes de trabalho. “Ele vai somar muito para a entidade e para a comunidade”, disse. “A direção-executiva estará em boas mãos”, continua.

O advogado, formado em Direito em Minas Gerais, está estudando leis nos Estados Unidos para poder exercer a profissão também neste país. Ele conta que seu propósito ao entrar na CTIB é agregar pensamentos e contribuir com a entidade através de sua experiência. “Eu moro neste país há 18 anos e desde que cheguei fui ligado às questões sociais que envolvem os brasileiros”, explica.

No início, Daniel ajudava as pessoas em casos de corte, ajudava trabalhadores que não falavam o inglês e desconheciam as leis trabalhistas e o sistema jurídico, além de outras atividade. “Eu jamais cobrei pelos serviços, pois fazia com amor e sabendo que aquelas pessoas precisavam de uma ajuda”, continua.

Daniel ressalta que as entidades precisam ter profissionais capacitados para atuar em cada cargo, pois a comunidade em sua grande maioria precisa do apoio destas organizações. “Quantas pessoas são prejudicadas e gastam milhares de dólares e não têm os seus problemas resolvidos”, explica. “Eu mesmo cuidei de um caso em que uma família gastou cerca de US$200, em um período de 20 anos, mil para conseguir o Green Card e quando assumi a situação, o patriarca estava preso e com ordem de deportação pronta. Hoje, ele está livre, com o documento em mãos e toda sua família legalizada”, festeja.

Como diretor-executivo da CTIB, Daniel pretende analisar toda a questão jurídica da entidade e deixar tudo pronto para que ela se torne uma provedora de cursos profissionalizantes. “Vamos manter contato com os membros, buscar ideias, achar soluções e fazer o melhor pela comunidade”, ressalta. “A CTIB vem cobrir uma lacuna aberta em nosso meio e que muitos brasileiros estão carentes”, continua.

A ideia, segundo ele, é capacitar a mão de obra brasileira para assumir o mercado de trabalho. “Conheço muitas pessoas que chegaram a este país há 10 anos e continuam na mesma função. Isso não pode continuar, pois é importante que nossas entidades possam proporcionar um crescimento profissional para estas pessoas”, conclui. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s