Brasileiro é encontrado morto em Framingham (MA)

O corpo de Wilson foi descoberto depois que os roommates sentiram o cheiro da comida queimando
O corpo de Wilson foi descoberto depois que os roommates sentiram o cheiro da comida queimando

Wilson José da Silva teria morrido de infarto fulminante, mas ainda não foi divulgado o laudo oficial da morte

O brasileiro Wilson José da Silva, 43 anos, foi encontrado morto em seu quarto na noite de segunda-feira (07). Ele é natural de Bom Jesus de Goiás (Goiás), um município com pouco mais de 20 mil habitantes, e morava nos Estados Unidos havia 14 anos.  Ele trabalhava como pintor e há um ano residia com mais três pessoas no segundo andar de um apartamento em Framingham (Massachusetts).

Segundo Elisama Souza, que mora no primeiro andar do mesmo prédio, o goiano chegou em casa por volta das 20 horas, cumprimentou as pessoas que estavam na casa dela e subiu para o seu apartamento. “Neste horário estava acontecendo um culto em minha casa com mulheres da minha igreja”, explica.

Pouco depois eles sentiram um cheiro de comida queimada, mas somente depois que um dos brasileiros que dividia apartamento com Wilson chegou ficou constatado a morte. Elisama conta que Geraldo chegou e perguntou que cheiro forte era aquele. “Ele subiu e encontrou a comida queimando no fogo e ao procurar pelo goiano, o encontrou morto em seu quarto”, fala ressaltando que a princípio pensava que o brasileiro estava passando mal. “Mas logo percebemos que ele não respirava mais”, continua.

Segundo Elisama, Wilson era pintor e estava sem trabalhar havia três meses. Foi depois da morte dele que descobrimos que sua ex-esposa o tinha acionado na Justiça para pagar a pensão da filha. “Ele sempre manteve as contas em dia, mas pelo fato de estar sem trabalho nestes últimos meses, deixou atrasar a pensão”, conta.

Ainda não foi divulgada a causa da morte, mas os amigos acreditam que tenha sido um infarto fulminante. Elisama explica que quando a polícia chegou ao local, lacrou o apartamento, pois “achou muito estranho uma pessoa tão jovem morrer de infarto”. Ela acrescenta que já foram realizados os exames no corpo de Wilson, mas não foi divulgado o laudo oficial.

Wilson era uma pessoa muito calada, falava pouco sobre seus familiares e seus problemas. A amiga Elisama lembra que ele jamais aparentou ter qualquer tipo de dificuldade e muito menos problemas de saúde.

 

CAMPANHA

As despesas de funeral e translado do corpo para o Brasil ficaram orçadas em US$8,000.00 (cerca de R$ 17.500,00). Como os familiares de Wilson moram no Brasil e os amigos não dispõem desta quantia, uma campanha esta sendo organizada para arrecadar o dinheiro. A família de Wilson, no Brasil, enviou um amigo que tem o mesmo nome (Wilson Canuto) para representa-la nos Estados Unidos e coordenar a arrecadação e envio do corpo.

Wilson Canuto estava no Brasil e quando soube da morte do amigo, voltou rapidamente para os EUA para ajudar no que for preciso. Uma conta foi aberta em nome dele no Banck Of America com o número 004647790054. Os interessados em ajudar podem fazer o depósito de qualquer quantia ou entrar em contato através dos telefones (508) 308-3247 ou (508) 596-9502.

O velório acontecerá no sábado, na Fitzgerald & Collins Funeral Home, das 7:00 p.m. até às 10:00 p.m. O endereço é 378 da Lincoln Street, em Marlborough (MA) e todos os amigos estão convidados para dar o último adeus ao goiano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s