Congressistas buscam informações sobre imigrante sobre suspeitos em estupro na Virgínia

flores
O imigrante Roberto Carlos

O Deputado Bob Goodlatte (Virgínia) e o senador Chuck Grassley (Iowa), solicitaram mais informações sobre um imigrante acusado de um caso de estupro na estrada no sul do condado de Stafford, na Virgínia, e que vive ilegalmente nos Estados Unidos.
Os políticos enviaram uma carta, esta semana, ao secretário da Segurança Interna, Jeh Johnson, solicitando dados da imigração e os antecedentes criminais do suspeito, incluindo quando e como ele entrou nos Estados Unidos, se ele já foi deportado e se ele solicitou ou recebeu quaisquer benefícios de imigração.
Eles também pediram para serem informados se alguma vez houve alguma interação entre o suspeito e as autoridades policiais ou de imigração e se ele tem alguma ligação com gangues.
Roberto Carlos Flores Sibrian, 26, enfrenta inúmeras acusações decorrentes de um estupro praticado dia 31 de outubro e agressão sexual agravada, que aconteceu após um incidente de carro. O imigrante foi preso em 10 de novembro, em um canteiro de obras em Sanford (Carolina do Norte), e está mantido em uma Cadeia do Condado Lee, esperando sua remoção para Stafford.
O ataque aconteceu depois que o veículo da mulher foi atingido por um SUV de cor escura enquanto ela dirigia para o leste da Kings Highway (Rota 3) entre 2:45 e 3:15 da manhã de 31 de outubro.
A mulher não tinha visto o veículo antes da colisão, disseram as autoridades, e o impacto fez ela girar, perder o controle e acabar se chocando na lateral da pista.
As autoridades disseram que a mulher foi então removida a força de seu veículo e arrastada para uma vala próxima, onde foi violentamente violentada por cerca de duas horas.
O Escritório do xerife de Stafford disse que Flores Sibrian é um imigrante indocumentado e não tem endereço fixo, mas estava hospedado na área de Fredericksburg, antes do incidente de 31 de outubro.
Goodlatte, um republicano que representa o sexto distrito de Virgínia, que inclui Roanoke, Lynchburg e regiã do vale de Shenandoah, e Grassley, um republicano que atua no Congresso por 35 anos, pediu para que a informação seja emitida aos comitês do Senado e Judiciário, os quais eles presidem, respectivamente.

banner-danilo-brack

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s