Igrejas se preparam para proteger imigrantes de Trump

se-trump-manter-as-promessas-de-deportacao-milhares-de-igrejas-fecharao-suas-portas-nos-eua
Trump prometeu deportar milhões de imigrantes

As igrejas evangélicas e católicas em todo os Estados Unidos estão preocupadas porque seus bancos serão esvaziados pelos planos de deportação do presidente eleito Donald Trump

Se Donald Trump manter todas as suas promessas de campanha, milhares de igrejas podem desaparecer. Isso é o que afirma o reverendo Samuel Rodriguez, que lidera a Conferência Nacional de Liderança Cristã Hispânica, um grupo evangélico com mais de 40.000 congregações afiliadas.
“Quando fala em deportação em massa, estamos falando sobre fechar nossas igrejas. Se você deportar 11 ou 12 milhões de pessoas, você iria fechar muitas igrejas latinas. E eu me refiro a milhares, sem exagero”, explica.
Há quatro semanas antes do dia de Natal, quando os cristãos tradicionalmente acendem velas do Advento na igreja e se preparam para celebrar o nascimento de Cristo, é suposto ser uma época de esperança, paz e alegria antecipação. Mas para muitos cristãos hispânicos, o Advento deste ano vem com medo e profunda incerteza. Isso porque, menos de um mês depois de celebrar o nascimento de Jesus, um novo homem entrará em suas vidas: Donald Trump. Para igrejas e outras comunidades religiosas com membros indocumentados, as deportações em massa significam bancos vazios e crianças sem pais.
“Não está claro quantas pessoas Trump vai deportar e se ele vai direcionar o Immigration and Customs Enforcement (ICE) para atingir as pessoas que não tenham cometido crimes graves. Simplesmente não sabemos. Assim, as igrejas que ministram para pessoas sem papéis vão passar esta temporada de Natal esperando para o melhor e se preparando para o pior”, continuou.
Para muitas dessas congregações, o fantasma da deportação em massa não é teórico. Rodriguez é o pastor sênior do New Season Christian Worship Center em Sacramento, Califórnia, e disse que sua congregação inclui muitos membros indocumentados. Embora a igreja não mantenha o status legal de seus membros, em alguns domingos é particularmente notável. Durante o primeiro mandato de Obama, Rodriguez, às vezes notava dezenas de membros vindo à igreja tarde, e de repente, em certas manhãs de domingo.
“As pessoas tinham medo do ICE entrar e varrer um bairro inteiro”, disse Rodriguez.
Depois que os ataques terminaram, as pessoas se dirigiram para a igreja. “Nós vivemos isso”, disse Rodriguez.
Agora com a posse do novo presidente, o medo aumentou e muios acreditam que realmente Trump fará algo de muito ruim para a comunidade imigrante. Para alguns, o Natal não será uma data como as anteriores, pois passarão as Ceia rogando a Deus proteção contra os atos de Trump.
O grupo de Rodriguez tem ajudado igrejas ao redor do país para se prepararem para mudanças que poderão atrapalhá-las. Eles organizam conferências semanais sobre como agir na presidência de Trump. Participam destes eventos pastores, associações pastorais e líderes denominacionais. O interesse nessas teleconferências é muito maior do que o grupo esperava inicialmente.
Uma coisa que os pastores podem fazer: diga aos seus membros o que fazer se o ICE aparecer em suas casas. Jessica Dominguez, advogada de imigração com sede em Studio City, Califórnia, trabalha com igrejas do grupo de Rodriguez para ajudar os pastores a saber o que dizer.
“Minha equipe e eu consideramos importante manter as famílias de imigrantes informados sobre seus direitos, e trabalhar diariamente com o objetivo de manter as famílias unidas”, disse ela. “Considero uma bênção trabalhar em estreita colaboração com pastores em toda a nação para garantir que nossa comunidade seja informada sobre seus direitos”, continuou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s