Imigrante indocumentado é acusado de estrangular professora em Worcester (MA)

Sandra era uma professora muito querida pelos alunos e colegas de trabalho
Sandra era uma professora muito querida pelos alunos e colegas de trabalho

Estudantes e funcionários das escolas públicas de Worcester estão em luto pela morte de uma querida professora. Segundo o Departamento de Polícia local, ela foi estrangulada em seu apartamento por um imigrante indocumentado que tem um longo histórico criminal. “Durante toda a sua vida ela foi uma pessoa muito gentil”, disse a superintendente Maureen F. Binienda sobre Sandra “Buffy” Hehir, que foi encontrada morta por um vizinho em 5 de fevereiro. “Eu realmente espero que as pessoas se juntem para encontrar quem fez isto”.

Nesta segunda-feira (27), a polícia de Worcester prendeu José Melendez, 54 anos, com base na evidência do DNA colhida na cena do crime. Funcionários do Immigration and Customs Enforcement (ICE) confirmaram que enviaram um pedido de custódia do criminoso.

Melendez, que também era procurado por conexão com dois casos de tráfico de drogas em Worcester, foi preso na semana passada com um mandado por violação de liberdade condicional de um caso de invasão em 2014, segundo relatou o jornal Boston Globe.

Ele foi indiciado na segunda-feira, no Tribunal Distrital de Worcester, onde a juíza Margaret Guzman determinou que o acusado ficasse preso sem direito a fiança. Melendez, que negou conhecer Hehir ou ter estado no apartamento dela no dia do crime, se declarou inocente e deve voltar ao tribunal para audiência em 13 de abril.

“Se liberado para a ICE, sob qualquer circunstância, Melendez vai enfrentar a deportação”, de acordo com Breitbart News.

Para chegar ao acusado, a Promotora Cheryl Riddle disse que havia um DNA coletado de Melendez em um caso de estupro não resolvido, em 2000. “Quando os investigadores coloram o DNA deste caso no sistema de combinação de DNA, ele combinou com o que já havia sido colhido do acusado”, disse ela. “Melendez é suspeito no caso de um estupro ocorrido em 2000 e, na época, ele consentiu em fazer um teste de DNA”, continuou.

O imigrante também enfrenta acusações em New York e Flórida, segundo registros divulgados pelas autoridades.

banner-danilo-certo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s