Relatórios mostram que metade dos imigrantes presos pelo ICE não era criminosa e nem perigosa

ICEDe acordo com dados do Immigration and Customs Enforcement (ICE) cerca da metade dos imigrantes presos nas incursões realizadas sob o governo Trump não tinha nenhuma condenação criminal ou cometeu apenas pequenas infrações de trânsito. As informações foram obtidas pelo Washington Post.

O relatório mostrou que dos 675 imigrantes presos no início de fevereiro, 163 tinham apenas pequenas infrações de trânsito e 177 não tinham condenações criminais.
No entanto, 80 imigrantes tinham condenações por agressão e 57 foram por tráfico de “drogas perigosas”, enquanto duas pessoas também foram condenadas por homicídio, de acordo com o relatório.

Nos números fornecidos ao Post, por assessores do Congresso, a maioria dos imigrantes com violações de trânsito foram condenados por dirigir embriagada. Dos 177 imigrantes sem registro criminal, 66 tinham acusações pendentes que eram principalmente relacionadas com álcool.

O governo Trump tem sustentado que políticas de imigração mais duras são necessárias para eliminar a atividade criminosa que tem vínculo com a imigração ilegal.
Os críticos do presidente, entretanto, sustentam que políticas de imigração mais rigorosas não produz nenhum efeito no combate ao crime e podem prejudicar investigações que te tenham imigrantes como testemunhas.

Os ataques do ICE fizeram parte de uma grande operação denominada Cross Check, um esforço nacional do governo Trump para deportar milhares de imigrantes.

banner julio3

banner-danilo-certo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s